sexta-feira, outubro 14, 2011

LINKS PARA BIBLIOGRAFIA DO CONCURSO GESTÃO SOROCABA

Para auxiliar as pessoas que pensam em prestar os concursos da rede municipal de Sorocaba, aqui estão alguns links da bibliografia. Os arquivos sem link ainda estou procurando e, à medida que encontro, vou colocando os links mais apropriados, ok? Afinal, a união faz a força. Caso tenham algum texto ou livro em arquivo ou scaneado, agradeço se postarem nos comentários para que todos tenhamos oportunidade de estudar.


Beijos e boa sorte a todos.

Alessandra

Obs: Geralmente são resumos ou textos correlatos.



SUPERVISOR DE ENSINO
CONHECIMENTOS TEÓRICO-PEDAGÓGICOS: BIBLIOGRAFIA (a bibliografia do supervisor tem apenas 3 títulos a mais, que são os números 9, 22 e 30)

 
1. ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. Editora Cortez. 2010.


2. AQUINO, Júlio Groppa. Diferenças e preconceitos na escola. Editora Summus, 1998.

http://books.google.com.br/books?id=ROZSkhfHSMkC&printsec=frontcover&dq=inauthor:%22Julio+Groppa+Aquino%22&hl=pt-BR&ei=X0HQTsODK9HBgAfwurHVDQ&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=5&ved=0CEkQ6AEwBA#v=onepage&q&f=false este link é do livro original, até a pag. 51 apenas

3. AZANHA, José Pires. Autonomia da escola: um reexame. Disponível em: www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ideias_16_p037-046_c.pdf
4. BEAUDOIN, M.-N.; TAYLOR, M. Bullying e desrespeito: como acabar com essa cultura na escola. Porto Alegre:Artmed, 2006.
5. DOLABELA, Fernando. Pedagogia Empreendedora. Cultura Editora, 2003.
6. DOLZ, Joaquim; NOVERRAZ, Michele; SCHNEUWLY, Bernard. Seqüências didáticas para o oral e a escrita: apresentaçãode um procedimento. In: SCHNEUWLY, Bernard DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução deRoxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2004, p. 95-128
7. DOWBOR, Ladislau. Tecnologias do conhecimento: Os desafios da educação. Rio de Janeiro, Vozes, 2001.
8. FERREIRA Naura Syria Carapeto e AGUIAR, Marica Ângela da S. (orgs.). Gestão da Educação – Impasses, perspectivas
e compromissos. Editora Cortez, 2001.
9. FERREIRA, Naura Syria Carrapeto (Org.). Supervisão educacional para uma escola de qualidade. Editora Cortez,
2003.
10. FERREIRO, Emília. Com todas as letras. São Paulo: Cortez, 2000.
11. FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Editora Paz e Terra, 1996.
12. FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. Editora Cortez, 2005.
13. FUSARI, J. A formação continuada de professores no cotidiano da escola fundamental. Disponível em:www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ideias_12_p025-034_c.pdf.
14. GADOTTI, Moacir, PADILHA, Paulo e CABEZUDO, Alicia. Cidade Educadora – Princípios e Experiências. Editora
Cortez, 2004.
15. GADOTTI, Moacir. Pedagogia da Terra. São Paulo: Peirópolis, 2000.
16. GUENTHER, Zenita. Capacidade e Talento – um programa para a escola. Editora EPU, 2006.
17. HOFFMAN, Jussara. Avaliação mediadora: uma relação dialógica na construção do conhecimento. Serie Idéias no.22, SP, FDE, pág 51-59. www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ideias_22_p051-059_c.pdf
18. LA TAILE, Yves; OLIVEIRA, Marta Kohl de; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky e Wallon: teorias psicogenéticasem discussão. São Paulo: Summus, 1992.
19. LERNER, Délia. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002
20. LIBANEO, José Carlos; TOSCHI, Mirza Seabra; OLIVEIRA, João Ferreira de. Educação Escolar: Políticas, Estruturae Organização. Cortez, 2003.
21. MACEDO , Lino de. Ensaios pedagógicos. Como construir uma escola para todos? São Paulo: Artmed, 2009.
22. MACHADO, Lourdes M. (Coord.) e MAIA, Graziela Z. A. (Org.). Administração e Supervisão Escolar. Questões para
o novo milênio. São Paulo: Pioneira, 2000.
23. PARO, Vitor. Gestão democrática da escola pública. São Paulo: Ática, 1997.
24. MORIN, Edgard. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Editora Cortez, 2003.
25. PERRENOUD, Philippe, Dez novas competências para ensinar. Artes Médicas, 2000.
26. RIOS, Teresinha Azeredo. A importância dos Conteúdos Socioculturais no Processo Avaliativo. Série Idéias no. 08,SP, FDE, pág 37-43. Disponível em: www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ideias_08_p037-043_c.pdf
27. RIOS, Terezinha Azeredo. Compreender e ensinar: por uma docência da melhor qualidade. Editora Cortez, 2001.
28. ROMÃO, José Estáquio. Avaliação Dialógica – desafios e perspectivas. Editora Cortez, 1999.
29. SACRISTÁN, J. Gimeno. O Currículo – uma reflexão sobre a prática. Editora Artmed, 1998.
30. SILVA JR, Celestino A. e RANGEL, Mary (Org.). Nove Olhares sobre a Supervisão. Editora Papirus, 1999.
31. VEIGA, Ilma Passos. Projeto Político Pedagógico da Escola: uma construção possível. Papirus Editora, 2006.
32. ZABALA, Antoni. A prática educativa: Como ensinar. Porto Alegre: Editora Artmed, 1998.
PUBLICAÇÕES INSTITUCIONAIS
1. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Ensino Fundamental de nove anos: orientaçõespara a inclusão da criança de seis anos de idade. Brasília, MEC/SEB/FNDE, 2004
2. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Orientações eAções para a Educação das Relações Étnico-Raciais. Brasília: SECAD, 2006LEGISLAÇÃO
1. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988: art. 5º, 37 ao 41, 205 ao 214, 227 ao 229.
2. Lei n° 9394, de 20/12/96 - Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
3. Lei n° 8069 de 13/07/90 - Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.



4. Lei Municipal n° 4599, de 06/09/94, com alterações pela Lei Municipal n.° 8119, de 29/03/07 - Estabelece o quadroe o plano de carreira do quadro do magistério público municipal de Sorocaba.
 


Publicações do Conselho Nacional de Educação
1. Resolução CNE/CEB nº 01/2000 e Parecer CNE/CEB nº 11/2000 – Diretrizes Curriculares Nacionais para a
Educação de Jovens e Adultos.
2. Resolução CNE/CEB n.° 02/2001 e Parecer CNE/CEB n° 17/2001 - Institui Diretrizes Curriculares Nacionais
para a Educação Especial.
3. Resolução CNE/CP nº 01/2004 e Parecer CNE/CP nº 03/2004 – Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a
Educação das Relações Étnico – Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.
4. Resolução CNE/CEB nº 04/2009 e Parecer CNE/CEB nº 13/2009 - Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento
Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial.
5. Resolução CNE/CEB nº 05/2009 e Parecer CNE/CEB nº 20/2009 - Fixa Diretrizes Curriculares Nacionais paraa Educação Infantil.
6. Resolução CNE/CEB nº 01/2010 e Parecer CNE/CEB 22/2009- Define Diretrizes Operacionais para a implantação
do Ensino Fundamental de 9 (nove) anos.
7. Resolução CNE/CEB nº 03/2010 e Parecer CNE/CEB nº 06/2010 – Institui Diretrizes Operacionais para a Educação
de Jovens e Adultos nos aspectos relativos à duração dos cursos e idade mínima para ingresso nos cursos de EJA; idade
mínima e certificação nos exames de EJA; e Educação de Jovens e Adultos desenvolvida por meio da Educação a Distância.
8. Resolução CNE/CEB nº 04/2010 e Parecer CNE/CEB nº 07/2010 – Define Diretrizes Curriculares Nacionais
Gerais para a Educação Básica.
9. Resolução CNE/CEB nº 07/2010 e Parecer CNE/CEB nº 11/2010 - Fixa Diretrizes Curriculares Nacionais para
o Ensino Fundamental de 09 (nove) anos.


 
Publicações do Conselho Municipal de Educação de Sorocaba
1. Deliberação CME nº 02/99 de 26/10/99, Indicação CME nº 03/99 de 26/10/99 e Resolução SEC/GS nº 69/99 de 03/
11/99 – Fixa normas para a operacionalização da avaliação pela escola para a classificação e reclassificação dos alunos das
escolas da rede municipal de ensino.
2. Deliberação CME nº 01/2001 de 12/06/01, Indicação CME nº 01/01 de 12/06/01 e Resolução SEC/GS nº 36/01 de
26/06/01- Dispõe sobre pedidos de reconsideração e recursos referentes aos resultados finais de avaliação de alunos do ensino
fundamental e médio, regular e supletivo do Sistema Municipal de Ensino.
3. Deliberação CME nº 01/2007, de 27/03/07, Indicação CME nº 01/07 de 27/03/07 e Resolução SEDU/GS nº 23 de
25/04/07 - Dispõe sobre o atendimento a alunos cujo estado de saúde recomende atividades especiais de aprendizagem e
avaliação escolar.
4. Deliberação CME nº 01/08 de 20/05/08, Indicação CME nº 01/08 de 20/05/08 e Resolução SEDU/GS nº 18 de 27/
05/08 – Atualização das Normas para Autorização e Funcionamento de Instituições privadas de Educação Infantil no Sistema
Municipal de Ensino do município de Sorocaba.
5. Deliberação CME nº 02/08 de 28/10/08, Indicação CME nº 02/08 de 28/10/08 e Resolução SEDU/GS nº 31/08 de
06/11/08 – Dispõe sobre normas para o atendimento de alunos com necessidades especiais na Rede Municipal de Ensino de
Sorocaba.
6. Deliberação CME nº 01/09 de 23/11/09 e Resolução SEDU/GS nº 08/09 de 23/11/09 – Estabelece normas para
simplificação de registros, arquivamento e eliminação de documentos escolares.
7. Deliberação CME nº 02/09 de 08/12/09, Indicação CME nº 01/09 de 08/12/09 e Resolução SEDU/GS nº 09/09 de
09/12/09 – Fixa normas para os cursos de Jovens e Adultos em nível do Ensino Fundamental e Médio da Rede Municipal de
Ensino de Sorocaba.
8. Parecer CME nº 03/10 de 19/10/10 – Atendimento Educacional Especializado na rede municipal de ensino.
9. Parecer CME nº 04/10 de 23/11/10 – Programa Escola em Tempo Integral – Oficina do Saber.


BASTA CLICAR NO TÍTULO DESTAS LEIS PARA ENTRAR NA PÁGINA. ABRIRÁ UMA TELA DE DIVISÃO POR ANO DAS LEIS.

2 comentários:

Ivanilde disse...

Olá Alessandra! Obrigada pela ajuda para o concurso de Sorocaba. Com tua ajuda, agora tenho maior parte conteúdo para estudar. Estou contente em saber que você existe pois a sua presença me deu a certeza que no mundo ainda existem pessoas com muito amor pela educação, no futuro de nossas crianças e nos docentes. Deus te abençoe!

simone disse...

Boa noite Alessandra muito obrigada pela sua generosidade com certeza ja me ajudou muito... e se passar no concurso te escrevo ,abraço
simone